Um Sublime Peregrino

"É indispensável manter o Espiritismo, qual foi entregue pelos Mensageiros Divinos a Allan Kardec, sem compromissos políticos, sem profissionalismo religioso, sem personalismos deprimentes, sem pruridos de conquista a poderes terrestres transitórios." Bezerra de Menezes (Mensagem "Unificação", psicografia de Francisco Cândido Xavier - Reformador, agosto 2001)

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Minha colega


A minha infância sempre foram as voltas com os fenômenos espirituais, as visões, ou as manifestações físicas que ocorriam na nossa casa, ou as manifestações de efeito intelectuais através da minha irmã.
Um fato curioso foi na escola que eu estudava, devia está com uns 13 anos e resolveram fazer a brincadeira do copo, aquela brincadeira que se coloca o alfabeto e um copo, e este vai dando informações, quando alguém citou que era o demônio que estava ali, neste momento uma das coleguinhas, franzina para seus 13 anos, manifestou um espírito revoltado, dizendo que ele não era o demônio, que era pernambucano e que queria vingança. Esta colega saiu pela escola gritando, enloquecida e uma multidão de estudantes atrás, alguns riam muito, outros preocupados com o estado da colega achando que ela havia enlouquecido, e assim todos seguiram até a calçada,
Nesta calçada haviam alguma pedras de calcamento soltas, a menina franzina pegou uma dessa pedras para atirar na multidão. A pedra deve pesar muito, uma garota de 13 anos, magrinha, não teria força suficiente para conseguir erguer aquela pedra, esta foi a maior prova que realmente ela estava sob efeito de um entidade.
Graças a Deus uma das nossas professoras, era kardecista, ela pareceu conversou com nossa colega, aplicando-lhe um passe e esta foi serenando, serenando até voltar ao normal e olhando para todos assustada, perguntou o que havia acontecido. Depois disto, nossa colega foi conversar em particular com a nossa professora. Depois que o tempo passou nunca mais tive notícias dessa coleguinha, rogo a Deus que aonde ela estiver, tenha exercido sua mediunidade com sabedoria.
Muita paz!

2 comentários:

  1. Mãe lendo suas estórias parece que tô do seu ladinho ouvindo você contar... vejo seu sorriso de carinho e mãozinha amiga... tão bonitinha!!!!!!!
    TE AMO
    Sua filhota,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  2. Obrigada filhota rsss beijos tb te amo

    ResponderExcluir

Um Sublime Peregrino

Um Sublime Peregrino